quarta-feira, 4 de abril de 2007

Da Weasel - Amor, Escárnio e Maldizer


Ponto numero um - Estou já saturado do single Dialetos de ternura e não me apetece ouvi-lo o verão todo.
Quanto ao resto do novo album, os DaWeasel tinham a dificil tarefa pela frente de fazer esquecer o anterior Re-Definições, e para isso dicidiram convidar alguns amigos e insistir em temas com mais beat fugindo ao seu lado mais eléctrico que apresentaram tante em Re-Defenições como em Podes Fugir Mas Não Te Podes Esconder.
Não penso que Amor, Escárnio e Maldizer vá ser um album de referência na carreira dos DaWeasel, quanto a mim nem sequer é dos melhores e eles sabem e podem fazer mais.
A palavra - tema para Sassetti que conta com o piano de Bernardo Sassetti, Mundos Mudos e Negócios Estrangeiros ambas com a participação de Maestro Rui Massena e da Czech N.S.Orchestra, são quanto a mim os temas mais bem conseguidos deste algum.
O restante album é a repetição do que foi bem sucedido no passado e que se tenta que o volte a ser, ou seja muito beat e histórias de amor.
Recomenda-se pois que se oiçam os primeiros albuns da DaWeasel para se perceber do que a banda é capaz e pede-se aos senhores das rádios que mudem o single deste novo album.

2 comentários:

Parrovski disse...

Não sou muito adepto de musica portuguesa, como já deves ter reparado. Mas quanto aos Da Weasel tenho que dar oo braço a torcer.

curse of millhaven disse...

naaah..da weasel n toca aqui por estes lados...blargh!!!
:)